Sargento do Exército é morta no RJ em assalto após carro enguiçar

A vítima foi atingida por dois disparos

Sargento Bruna Araujo morta em latrocínio no RJ/Rede social

A sargento do Exército Bruna Carla Borralho Cavalcanti de Araújo, 27, foi morta durante um latrocínio em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, no domingo (30). Ela estava com a família quando o carro enguiçou na Avenida Presidente Kennedy e o marido dela, Angelo Henrique de Araújo, desembarcou pra tentar consertar o problema. As informações são da Polícia Civil.

Conforme relato de Angelo, minutos após , ele ouviu gritos de Bruna Carla, dizendo que estava acontecendo um assalto. Em seguida, os criminosos fizeram dois disparos na direção da militar.

Além do casal, a irmã da militar e os sobrinhos estavam no carro que foi levado pelos bandidos. Bruna Carla foi socorrida na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pilar, mas não resistiu aos ferimentos.

A militar era lotada na 21ª Brigada de Infantaria Paraquedista.

Em nota a Polícia Civil informou que a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte de Bruna.

Ainda não há informações de suspeitos presos.

Nenhuma postagem para exibir