Réu consegue absolvição após matar jovem de 18 anos em Franca

A absolvição ocorreu porque o réu conseguiu comprovar legítima defesa

Ricardo Augusto de Almeida, 35 anos, foi absolvido no julgamento em torno do assassinato de Lucas Alves Ricordi Silva, na época com 18 anos. O crime ocorreu em junho de 2021, em um Centro de Umbanda no Jardim Paulistano.

O denunciado foi acusado de homicídio e tentativa de homicídio. Além de desferir golpes de canivete em Lucas, ele ainda atingiu mais uma mulher. Ela ficou ferida e se recuperou.

O serviços gerais chegou a se apresentar depois do flagrante e acabou preso. Ele confessou o crime e relatou o caso. Porém, prestou depoimento e conseguiu responder ao inquérito policial em liberdade.

A absolvição ocorreu porque o réu conseguiu comprovar legítima defesa. O serviços gerais sustentou que foi agredido e se defendeu com o canivete, que portava para uso pessoal. Não é proibido o porte desse tipo de equipamento.

O juiz José Rodrigues Arimatéa ouviu o réu e as vítimas que sobreviveram. Houve o relato das agressões contra Ricardo Augusto, e depois disso ele revidou. O réu não era frequentador rotineiro do templo religioso, mas, às vezes, participava de encontros. A presença dele teria irritado frequentadores, o que motivou a briga.

Fonte: F3 Notícias

Nenhuma postagem para exibir