Quadrilha usa doença de menino para distrair e roubar lojas, mas acaba presa em Brodowski

Policiais militares prenderam três homens e duas mulheres; eles responderão por estelionato

Policiais militares prenderam três homens e duas mulheres na tarde desta terça-feira (22), sob suspeita de furtos em lojas no centro de Brodowski. Os indiciados “visitavam” os estabelecimentos comerciais solicitando doações para o tratamento de um menino com necessidades especiais na cidade de Franca. 
 
O artifício criminoso consistia, segundo informações das próprias vítimas, na “distração” provocada por integrantes do bando, que discorriam sobre os problemas enfrentados pela família da criança e o tratamento adequado, enquanto outros comparsas praticavam os furtos. 
Policiais civis entraram em contato com a direção da APAE daquela cidade, para confirmar, ou não, a veracidade da campanha arrecadatória em prol do menino. 
 
O grupo foi levado para a Delegacia de Polícia Civil, e se soube que um dos suspeitos é menor, de 15 de idade. Quatro maiores responderão pelo crime de estelionato. Destes, um casal autuado também por furto, pois eram os responsáveis por levar os objetos. 
 
O menor ficará a disposição da Justiça, e os demais retidos com as prisões em flagrante ratificadas pelo delegado plantonista.

Nenhuma postagem para exibir