Por ciúmes da enteada, homem mata mulher, enteada e filha em Colina

Caso é o primeiro feminicídio triplo do ano no estado de São Paulo

Foto: Pixabay

A Polícia Militar prendeu um homem suspeito pela morte da esposa, da filha e de uma enteada, na madrugada desta segunda-feira (3), na rua Ernesto Henrique Paro, no Jardim Simões, em Colina. De acordo com os agentes, o homem teria desferido golpes de facas contra as vítimas e depois cortado o próprio pescoço em tentativa de suicídio. Caso é o primeiro feminicídio triplo do ano no estado de São Paulo. 

Segundo o Boletim de Ocorrência, Ícaro Trevizan de Souza, 32, é suspeito por esfaquear e matar sua esposa, Fernanda Thomazini Lotufi, 42, além da enteada, Gabriele Thomazini Lotufi Rodrigues, 20, e própria a filha, Ludmila Lotufi Trevisan, 9. 

Em depoimento aos agentes, Fernanda contou que o marido teria ficado revoltado após uma discussão sobre o ciúmes que o homem sentia da enteada Gabriela. Com raiva, Ícaro desferiu golpes de faca contra a esposa e depois seguiu para o quarto da jovem, onde a esfaqueou até a morte. 

Na saída do cômodo, o suspeito teria encontrado Ludmila, a filha do casal. De acordo com Fernanda, o homem disparou contra a criança e desferiu golpes em seu corpo até que a garota não mais reagiu. 

Em busca de ajuda, Fernanda ligou para o pai de Ícaro, que mais tarde bateu em uma janela da casa para saber o que teria acontecido. Revoltado com a presença do pai, o homem esfaqueou a esposa por ter ligado para seu progenitor e depois cortou o próprio pescoço. 

Socorro

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar ao local encontrou Gabriela e Ludmila já sem vida, além de Fernanda e Ícaro em estado grave. Ambos foram levados à Santa Casa de Colina por unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). 

Devido à gravidade dos ferimentos Fernanda foi levada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Barretos, onde contou ao delegado da Polícia Civil o ocorrido. Depois do depoimento, a mulher não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. 

Enquanto isso, Ícaro também foi levado à Santa Casa de Barretos e permanece no hospital sob vigilância da PM. O homem foi preso em flagrante por feminicídio triplo. 

Nenhuma postagem para exibir