Polícia prende organizador de baile funk e acaba com festa clandestina na zona Leste de Ribeirão Preto

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, mais de mil pessoas estavam na festa, que ocorreu neste domingo (29), em uma área de lazer no Residencial Léo Gomes de Moraes

Aglomeração no evento clandestino - foto: Rede social
Continua depois da publicidade

Três produtores de evento foram autuados e um foi preso pela polícia, na noite deste domingo (29), sob acusação de organizar um baile funk clandestino, que segundo informações do Boletim de Ocorrência, contava com a presença de mais de mil pessoas.

A Polícia Militar foi ao evento após uma denúncia anônima, que disse ter uma grande aglomeração e som alto vindo de uma área de lazer, o que levou os policiais ao local. 

Um delegado da polícia esteve no local e constatou a organização com vários seguranças, mas nenhuma pessoa na festa fazia o uso da máscara de proteção individual, o que é obrigatório para a prevenção da Covid-19.

Em um momento da festa, um produtor, identificado apenas como “Big”, pegou o microfone e começou a incitar o público presente no evento clandestino contra os policiais.

Caio Augusto de Oliveira, um dos organizadores do evento, foi autuado em flagrante pois assumiu o risco de contribuir para a propagação do novo coronavírus. Ao todo, dois celulares foram apreendidos.  

Allan da Silva Nunes e Kainan Lima de Souza, também produtores do evento, foram encaminhados para a delegacia, e não foram autuados em flagrante. A Polícia Civil investiga o caso. 

Nenhuma postagem para exibir