Polícia prende dois homens que tentaram entrar com droga e celular em presídios da região de Ribeirão

Com o auxílio do escâner corporal, agentes interceptaram materiais ilícitos que visitantes pretendiam introduzir nos presídios.

Agentes de segurança flagraram, no fim de semana, visitantes tentando entrar com drogas e celulares em presídios da região de Ribeirão Preto. Homens e mulheres tentaram ocultar os ilícitos, o que foi identificado pelo escâner corporal e pelos agentes penitenciários. Em Ribeirão Preto e Serra Azul dois homens foram barrados.

Nos dois casos, a Polícia Militar foi acionada para registrar boletim de ocorrência. Também foi aberto procedimento interno para apurar o envolvimento dos presos que receberiam os materiais ilícitos nas unidades prisionais.

O primeiro caso ocorreu no sábado (04), por volta das 9h35, quando um homem que visitaria o companheiro no Centro de Detenção Provisória de Ribeirão Preto, ao passar por revista no escâner corporal, imagem do aparelho detectou presença de objeto abaixo da cintura, quando foi constatado que ele trazia consigo um aparelho celular no bolso da calça.

Questionado, ele alegou ter esquecido de guardar o aparelho antes de adentrar para a unidade. Ele foi conduzido para o Plantão Policial para registro da ocorrência.

Serra Azul

No domingo (05), por volta das 11h20, um homem, que visitaria o pai, foi barrado na revista após o escâner corporal detectar volume atípico na altura do cós de sua calça. Ao ser indagado, o rapaz confessou ter consigo “maconha” e “haxixe” e entregou os invólucros aos agentes.

A droga pesou aproximadamente 35 gramas. O infrator foi encaminhado para a Delegacia de Polícia e autuado em flagrante delito.