Polícia Federal deflagra operação contra grupo suspeito de crime de violação de direito autoral

Investigação de Ribeirão Preto cumpre mandados de busca e apreensão e prisão em Guariba (SP) e Jundiaí (SP)

Policial militar durante ação na Operação Spoofing: prisão na região - Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal (PF) em Ribeirão Preto (SP) deflagrou a operação Barba Negra III, na manhã desta terça-feira (19). O objetivo da operação é desmantelar uma associação criminosa voltada à prática de crime de violação de direito autoral.

Continua depois da publicidade

A investigação apurou a existência de sites responsáveis pela exibição de filmes e séries sem a autorização expressa do autor, do artista intérprete ou executante, do produtor, conforme o caso, ou de quem os represente.

São cumpridos três mandados de prisão temporária e quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Guariba (SP) e Jundiaí (SP). Os presos e todo o material apreendido serão levados para Ribeirão Preto.

Segundo a PF, os investigados responderão pelos crimes de associação criminosa e de violação de direito autoral. As penas, somadas, variam de três a sete anos de reclusão, além de multa.

Haverá uma entrevista coletiva às 10h30 sobre a operação na sede da PF em Ribeirão.