Polícia Civil prende estelionatário que se passava por juiz para aplicar golpes em comerciantes

Homem foi detido em Serra Azul, na noite desta quarta-feira (16); Suspeito é acusado de aplicar golpes em São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro

Somente em São Paulo foram registradas 60 ocorrências Foto: Rede Social

A Polícia Civil prendeu um homem, suspeito de se passar por um juiz para aplicar golpes de estelionato, na noite desta quarta-feira (16), em uma loja de Serra Azul. De acordo com os agentes, o acusado tinha como alvo estabelecimentos comerciais e hotéis e têm registro de ocorrências em São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro. 

Os agentes chegaram ao suspeito por meio de denúncias. Segundo os oficiais, o homem pratica o crime há cerca de oito anos e os principais alvos são lojas e hotéis, onde ele se passa por um juiz, efetua compras e diz que vai pagar depois, por meio do Tribunal de Justiça.  

Os comerciantes jamais receberam o dinheiro devido e acabavam ficando no prejuízo. O homem já chegou a agir em comércios de Ribeirão Preto e foi reconhecido por alguns vendedores locais que caíram no golpe. O falso juiz também já foi detido, no Rio de Janeiro, pelo mesmo crime e possui mais de 60 ocorrências em seu nome, somente em São Paulo. 

Na casa do suspeito os agentes encontraram ainda roupas de marca, distintivos e certificados falsos. O homem foi encaminhado ao 1º Distrito Policial no centro de Ribeirão Preto, onde prestou depoimento e vai à justiça pelo crime de estelionato.

Nenhuma postagem para exibir