Polícia Civil faz operação contra caça-níquéis em Barretos

Objetivo é cumprir 17 mandados de prisão; ação foi batizada como "Segura Peão"

A Polícia Civil realiza nesta quinta-feira (15) a Operação Segura Peão contra suspeitos de organizarem jogos ilegais com máquinas caça-níqueis em Barretos.

Segundo as primeiras informações, estão sendo 17 mandados de prisão e ao menos 30 de busca e apreensão na cidade e também em São Paulo. Treze pessoas já teriam sido presas, das quais 12 em Barretos e uma na Capital, de acordo com um balanço preliminar do delegado João Osinski Junior, diretor do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior da terceira região (Deinter 3) .

“A pessoa presa em São Paulo montava as máquinas e distribuía para o Brasil inteiro. Como funciona: o computador é ligado pela internet com programa na nuvem. No entanto, quando a polícia chegava, a internet era desligada, a perícia não encontrava nada e a Justiça mandava devolver porque não ficava provado. Dessa vez, porém, ficamos mais de seis meses na investigação e fizemos todas as provas”, explicou Osinski.

Um caminhão-baú com aproximadamente 200 máquinas apreendidas foi encaminhado para a Delegacia Seccional de Barretos, para onde os presos também serão levados. A operação envolve 26 delegados e aproximadamente 70 policiais civis de oito delegacias da área do Deinter-3.