Polícia civil apreende arsenal que teria sido usado no roubo à CEF em Itajubá (MG)

A ação aconteceu após trabalho de investigação realizado por policiais do 95º Distrito Policial

Policiais civis do 95º Distrito Policial (Heliópolis), após trabalho de investigação, prenderam um homem de 43 anos e localizaram armas de grosso calibre, coletes balísticos e explosivos na tarde deste sábado (25), em Itaquera, na zona Leste da Capital. O arsenal teria sido usado em crimes ocorridos em Itajubá, sul de Minas Gerais, na noite da última quarta-feira (22). 

A equipe de investigação da unidade, após o crime na cidade mineira, obteve a informação de que parte do armamento utilizado naquela ação seria direcionado à comunidade do Heliópolis. Eles realizaram diligências e conseguiram identificaram a residência em que as armas estariam. 

Ao chegarem no imóvel, os policiais realizaram uma breve campana e conseguiram abordar um homem, de 33 anos, que saía da casa. Ao ser questionado, de pronto, informou ser morador do pavimento térreo e que, naquele mesmo quintal, mas no pavimento superior, residia seu tio, de 43. 

O rapaz autorizou a entrada dos policiais, que iniciaram vistoria no imóvel e não encontraram nada de ilícito no pavimento térreo. Na sequência, bateram na porta da casa localizada no pavimento superior, sendo recepcionados pelo homem mais velho. Ele também autorizou a entrada dos agentes e já informou que possuía armas de fogo em seu poder.

Na vistoria realizada no local, os agentes encontraram três fuzis calibre 762; uma pistola calibre.40 com seletor de rajadas, uma espingarda calibre 12, 28 carregadores de fuzil, três carregadores de pistola, mais de 940 munições de diversos calibres, seis coletes e dois capacetes balísticos, uma faca, um canivete, dois artefatos explosivos e diversos apetrechos como os utilizados nos crimes em Minas. O arsenal bélico estava alocado embaixo do sofá, sobre o guarda roupa e dentro dele. 

O suspeito contou que tinham pedido para ele guardar aqueles armamentos por alguns dias e que receberia a quantia de R$ 1.000,00. Ele confirmou que as armas foram utilizadas no roubo em Itajubá e que elas seguiriam nos próximos dias para a comunidade do Heliópolis. 

O homem e o material foram levados até o 95º Distrito Policial. Lá, o suspeito passou mal e foi socorrido ao Pronto Socorro do Heliópolis, onde permaneceu internado sob cuidados médicos e sob escolta policial. Ele foi autuado em flagrante pelo crime de roubo e posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.

O material foi apreendido e encaminhado para exames periciais. Os explosivos foram periciados e destruídos no pátio da delegacia. A Polícia Civil de São Paulo mantém contato com a Polícia Civil Mineira e com a Polícia Federal para troca de informações. As investigações para localizar e prender os criminosos prosseguem.

Nenhuma postagem para exibir