PM reage ao ataque e mata policial reformado com surto psicótico em Sertãozinho

Empunhando um facão, o pm afastado da corporação desde 2011 por problemas psiquiátricos atacou guarnição que atendia a ocorrência

Foto: Leonam Fernandes

Francisco Donizete Pereira, 45, um policial reformado em Sertãozinho,  afastado da corporação desde 2011, foi baleado e morreu no final da manhã desta quinta-feira (28), depois de atacar com facão policiais militares.

Segundo informações, ele estava na rua em que morava, no Jardim Alvorada, empunhando um facão. Ao recusar atendimento médico ameaçou uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). 

Policiais militares foram acionados pela genitora para conter o homem. Na tentativa de abordagem, já no interior da residência, ele se trancou e quando abriu a porta atingiu a cabeça e o colete balístico de um dos pms com o facão.

Na reação, uma arma de choque falhou e disparo de bala de borracha não o deteve.

Em defesa da própria vida, outro integrante da guarnição atirou e Francisco foi atingido.

Socorrido, foi levado para atendimento em unidade hospitalar, mas não resistiu.

Ainda no período da tarde a PM divulgou uma nota:

ESCLARECIMENTO SOBRE OCORRÊNCIA COM POLICIAL MILITAR
REFORMADO

Referente a ocorrência envolvendo um policial militar reformado ocorrida em
Sertãozinho na tarde de 28 de maio, informamos que o policial em questão foi reformado administrativamente no ano de 2011 devido aos transtornos psiquiátricos que sofria. Na tarde desta quinta-feira houve um chamado do SAMU para atendimento de ocorrência com indivíduo armado com um facão que recusava atendimento e com a chegada da equipe no local o agressor muito alterado investiu contra a equipe e atingiu com o facão a cabeça de um dos integrantes da equipe. Neste momento houve a necessidade do uso escalonado da força a fim de preservar a vida dos policiais e dos integrantes do SAMU no local. O policial militar agressor foi socorrido porém, veio a óbito.

Nenhuma postagem para exibir