PF cumpre mandado de busca e apreensão em Ribeirão Preto durante Operação contra fraudes do auxílio emergencial

Em âmbito nacional, estão sendo cumpridos 28 Mandados de busca e apreensão e sete mandados de sequestro de bens, resultando em um total de mais de R$ 170 mil bloqueados por determinação judicial

Foto: Divulgação

A Polícia Federal realizou, nesta quinta-feira (4), a Operação Quarta Parcela. Nesta data, no bojo de uma coordenação nacional de combate a fraudes no recebimento de auxílio emergencial, foi cumprido, em Ribeirão Preto, um mandado de busca e apreensão expedido pela 2ª Vara da Justiça Federal, no curso de uma investigação conduzida pela Delegacia de Polícia Federal da cidade.

O investigado, que não teve a identidade divulgada, teria recebido mais de 50 auxílios emergenciais, gerando um prejuízo de mais de R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) para os cofres públicos.

Foram apreendidos um aparelho celular, computador, máquina de cartão e dezenas de chips encontrados na casa do cidadão, que serão devidamente periciados e incluídos na investigação em curso.

Operação

A operação policial é resultado do trabalho conjunto da Polícia Federal, Ministério Público Federal, Ministério da Cidadania, Caixa Econômica Federal, Receita Federal, Controladoria-Geral da União e Tribunal de Contas da União e Instituições que participam da Estratégia Integrada de Atuação contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (EIAFAE).

Os objetivos da atuação são a identificação de fraudes massivas e a desarticulação de organizações criminosas que atuam causando prejuízos aos programas assistenciais e, por consequência, atingindo a parcela da população que necessita desses valores.

Cumprem-se cinco mandados de busca e apreensão e cinco mandados de sequestros de bens e valores na Grande São Paulo.

As investigações contabilizam os prejuízos causados pela quadrilha aos cofres públicos e, nesta fase, giram em torno de R$ 70.000,00 só na região metropolitana.

Em âmbito nacional, estão sendo cumpridos 28 Mandados de Busca e Apreensão e sete Mandados de Sequestro de Bens, perfazendo um total de mais de R$ 170 mil bloqueados por determinação judicial. Estão participando da deflagração 97 Policiais Federais nos Estados do Amazonas, Bahia, Goiás, Mato Grosso, Paraná, Rondônia, Maranhão e São Paulo.

Nenhuma postagem para exibir