Pastor é acusado de abusar de criança de dez anos no Parque Ribeirão

Último dos estupros ocorreu na segunda-feira (30); caso é investigado pela Polícia Civil de Ribeirão

Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas - Foto: Lúcio Mendes
Continua depois da publicidade

Um pastor é acusado de estuprar, há pelo menos cinco meses e em diversas oportunidades, uma criança de dez anos no Parque Ribeirão, zona Oeste da cidade. A menina é vizinha do líder religioso e a denúncia foi feita por médicos do Hospital das Clínicas (HC). O último dos estupros teria ocorrido na noite da última segunda-feira (30).

De acordo com as autoridades, funcionários do HC chamaram a polícia depois que a menina deu entrada no hospital e foram constatadas lesões condizentes com abuso sexual.

Ao serem abordados pelos policiais, a mãe conversou com a menor e descobriu que o pastor aproveitava a amizade da filha dele com a menina para abusar dela, especialmente nos dias em que ela dormia na casa dos vizinhos.

Denúncia

Segundo a menina, a última vez que o abuso aconteceu foi em 30 de novembro. Foram as lesões causadas nessa data que levaram a mãe da menor a procurar o Hospital das Clínicas.

A Delegacia de Defesa da Mulher abriu um inquérito para apurar as responsabilidades. Houve exame de corpo de delito na menor e o acusado é o investigado pelo crime, classificado como estupro de vulnerável. A identidade do homem não foi divulgada.

Nenhuma postagem para exibir