Padrasto é suspeito de estuprar enteada de 11 anos em Ribeirão Preto

Abuso teria começado no banho quando a criança tinha apenas sete anos de idade. A mãe soube do caso através de uma tia

Foto: PixaBay.

Um homem de 29 anos é suspeito de estuprar a enteada, uma menina de 11 anos, em Ribeirão Preto (SP). Segundo a mãe da garota, o abuso ocorreria há aproximadamente quatro anos.

O caso foi denunciado nesta quarta-feira (12) à Polícia Civil após a vítima relatar o estupro para uma tia, através de uma mensagem de celular. A mulher imediatamente avisou a mãe da menina.

Segundo a enteada, ela estaria sentindo fortes dores abdominais decorrentes de penetração.

Consta no boletim de ocorrência (B.O) que, ao tomar ciência do abuso, a mãe teria ido buscar a filha na escola afim de levá-la ao hospital. Porém, teria sido avisada pela instituição que o padrasto já havia levado a menina até uma praça e a estaria ameaçando para que não contasse nada, sob pena da mãe sofrer consequências. 

A vítima passou por atendimento na Unidade de Emergência do Hospital das Clínicas (HC-UE). 

A mãe informou à polícia que o investigado é entregador de marmitas e que juntos possuem dois filhos, ambos menores de idades, como a vítima.

O caso foi registado como estupro, na Central de Flagrantes (CPJ) de Ribeirão Preto.

Nenhuma postagem para exibir