Quadrilha de Sertãozinho é presa durante operação contra roubos de casas de luxo

Operação cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão em Ribeirão Preto Sertãozinho nesta terça (15); grupo é suspeito de agir em Avaré (SP)

Foto: Lúcio Mendes
Continua depois da publicidade

A Polícia Civil de Avaré (SP) deflagrou nesta terça-feira (3), em Ribeirão Preto, uma operação para desarticular uma quadrilha suspeita de furtar casas de alto padrão na região. Ao todo, seis pessoas foram detidas por integrar o grupo.

Denominada “Mioleiros”, a investigação teve início depois que a residência de um médico foi furtada em Avaré, a aproximadamente 270 quilômetros de Ribeirão. Cerca de 60 policiais civis de Avaré, Botucatu (SP), Itapeva (SP) e Sertãozinho (SP) cumpriram 6 mandados de prisão durante a manhã.

O nome Mioleiros foi dado, porque, segundo a polícia, um dos métodos usados pela quadrilha para acessar o interior das casas, era danificar o miolo das fechaduras das portas de entrada.

Cinco pessoas foram presas em Sertãozinho e um homem em Ribeirão Preto, sendo este suspeito de ser o receptador dos produtos furtados. O grupo é acusado de ter praticado ao menos 20 furtos a imóveis de alto padrão.

Durante as buscas, joias, relógios e TVs foram apreendidos.

Os presos foram conduzidos para a Central de Polícia Judiciária (CPJ) e devem ser transferidos à Delegacia Seccional de Avaré ainda nesta terça-feira. Eles cumprirão prisões temporárias por cinco dias e responderão pelos crimes de formação de quadrilha, furto qualificado e receptação, na medida de suas atuações no esquema.