Mulher presa por matar o marido em Ribeirão Preto morre na Penitenciária de Guariba

A detenta passou mal ainda na cela

a detenta Vera Lúcia dos Santos e a vítima José Carlos Ghiotti / Reprodução
Continua depois da publicidade

Vera Lúcia dos Santos, 57, acusada de matar o marido José Carlos Ghiotti, 84, no primeiro homícídio do ano em Ribeirão Preto, ocorrido na rua Pintangueiras, Ipiranga, zona Norte da cidade, morreu neste sábado (19) na Penitenciária Feminina de Guariba em decorrência de mal súbito.

O Boletim de Ocorrência foi registrado como morte suspeita, sem causa determinante aparente.

Segundo o BO “a detenta passou mal na cela, aparentando estar convulsionando, momento que tentaram , já no pavilhão, reanimá-la e, que logo em seguida, providenciaram o transporte dela para a Santa Casa de Guariba“.

O documento público oficial segue descrevendo que “o atendimento redigido pelo médico plantonista, a vítima chegou desacordada, arresponsiva, sem pulso e sem respiração com cionose central, pupilas midriaticas e livores; e que após procedimentos a vítima não obteve retorno“.

Relembre o caso : https://thathi.com.br/ultimas-noticias/idoso-espancado-ate-a-morte-no-ipiranga/

Sobre a prisão ocorrida 10 dias após o crime : https://thathi.com.br/policia/mulher-e-presa-sob-acusacao-de-matar-marido-no-ipiranga/

Não houve informação sobre o sepultamento de Vera Lúcia dos Santos.

Nenhuma postagem para exibir