Mulher é socorrida em estado grave após ser baleada seis vezes em Ituverava

Costureira, de 27 anos, foi atingida ao chegar em casa. Segundo a PM, o suspeito do crime, o ajudante de pedreiro Lucas Mendes da Cunha, de 18 anos, foi preso em flagrante e acabou baleado ao ameaçar atirar contra policiais.

Edislene de Jesus Nascimento dos Santos, de 27 anos, foi baleada seis vezes ao chegar em casa,

A Polícia Civil investiga uma tentativa de homicídio contra uma costureira, de 27 anos, em Ituverava (SP). Edislene de Jesus Nascimento dos Santos, foi baleada seis vezes ao chegar em casa, na noite de terça-feira (8).

O crime aconteceu na Avenida Antônio Rodrigues Santos, por volta das 21h45. Uma equipe da PM estava próxima ao local e ouviu barulhos de disparos de arma de fogo. Chegando no endereço, os policiais encontraram a costureira gravemente ferida. Ela tinha marcas de tiros no ombro, no queixo, no braço e na barriga.

O suspeito do crime, um ajudante de pedreiro, de 18 anos, foi visto deixando a residência. Lucas Mendes da Cunha foi preso em flagrante e chegou a ser baleado porque, segundo a Polícia Militar, ameaçou atirar contra a equipe. O jovem foi socorrido, passou por uma cirurgia e já recebeu alta.

Ele deve ser levado ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Franca (SP). A vítima permanece internada na Santa Casa de Ituverava e, segundo o hospital, o estado de saúde é grave. 

A Polícia Civil apura se outra pessoa está envolvida no caso.