Menor do tráfico diz que comprou carro por R$ 500, historia não cola e família acaba na delegacia

Adolescente de 16 anos afirmou ter pago R$ 500 pelo veículo; polícia liberou jovem para a família

Viatura Policia Militar
Viatura da Polícia Militar - Foto: Lúcio Mendes

Policiais Militares apreenderam, na madrugada desta quarta-feira (5), um Peugeot fruto de roubo em uma residência no alto do Ipiranga, zona Norte de Ribeirão Preto. O veículo roubado em questão estava sob responsabilidade do filho dos proprietários da casa, que é menor de idade.

Os policiais chegaram até a casa do menor depois de uma denúncia anônima. Questionado pelos policiais, o menor, de 16 anos, informou que o automóvel foi comprado há dois meses, na “biqueira” da Caravelas, e que ele não sabia que o veículo era produto de roubo.

Segundo o jovem, o preço pago no carro foi de R$ 500. O valor de mercado do veículo “comprado” pelo menor é de R$ 15 mil. O menor declarou ainda que conseguiu o dinheiro trabalhando como traficante de drogas e que dividiu o valor pago com um amigo. Ele declarou ainda que fez um anúncio no Facebook tentando vender o carro por R$ 1 mil.

Delegacia

Chamados à delegacia, os pais do adolescente informaram que não sabiam da origem ilícita e que acreditaram que o carro teria sido adquirido de uma pessoa que estava com prestações atrasadas. Os pais também desconheciam o “trabalho”  do filho.

A história, entretanto, não convenceu os policiais. Na delegacia, foi determinada a apreensão do veículo e a entrega do adolescente à genitora. O antigo proprietário do carro informou, entretanto, que já havia recebido o valor do veículo da seguradora, de forma que o carro será encaminhado a leilão.

Colaborou Antonio Melo