Médico e três travestis se envolvem em ocorrência após programa em São Carlos

A polícia foi acionada e um boletim de ocorrência foi registrado; ninguém foi preso

Sirene de uma viatura da Polícia Militar - Foto: Divulgação

Um médico e três travestis se envolveram em uma ocorrência após um programa, nesta sexta-feira (6), em um Motel de São Carlos. O local fica na rodovia Washington Luís e a acusação é de que as travestis teriam mexido na bolsa e em seguida agredido o profissional da saúde. Ninguém foi preso.

À polícia todos assumiram que consumiram entorpecentes, mas as três levadas pelo médico negaram as acusações feitas pelo denunciante. Já o profissional da saúde desmentiu o que elas disseram.

A versão apresentada por ele foi de que passou na avenida Getúlio Vargas e contratou o programa e se dirigiu ao motel. Em seguida, duas travestis ficaram em um quarto separado e outra foi com o homem para oura sala.

Tempos depois, os pagamentos foram efetuados no valor de R$300. Além disso, foram depositados PIX, um foi no valor de R$300, enquanto para outra R$2 mil. O homem disse que depois as travestis mexeram na sua bolsa e uma o agrediu.

A Polícia Militar foi acionada e um boletim de ocorrência foi elaborado. Contudo, ninguém foi preso.

Nenhuma postagem para exibir