Médico de Franca é detido com anabolizantes em clínica no bairro São Joaquim

s anabolizantes não têm autorização para serem vendidos no Brasil.

A Polícia Civil prendeu um médico endocrinologista, com clínica no bairro São Joaquim, por vender anabolizantes. A prisão ocorreu no começo da tarde desta segunda (9).

A investigação apontou que o profissional da área médica atuava também com medicina esportiva e receitava anabolizantes para pacientes com o objetivo de eles ganharem massa muscular de forma mais rápida.

Os medicamentos vendidos eram falsificados e um paciente fez a denúncia. A Anvisa passou a apurar o caso, que foi repassado para a esfera criminal. Os anabolizantes não têm autorização para serem vendidos no Brasil.

Quando a Polícia Civil foi até o consultório encontrou caixas com anabolizantes, que seriam comercializados pelo própria médico. Ele foi detido e encaminhado para a Central de Polícia Judiciária para prestar depoimento. Um advogado o acompanha.

A Anvisa também acompanha o caso e o médico pode ainda ser denunciado ao Conselho Regional de Medicina.

Ainda não foi definido como o inquérito do caso vai ser conduzido.

Entre os remédios encontrados estavam o Durateston, indicado no tratamento de reposição de testosterona em homens com condições associadas com hipogonadismo primário e secundário. Este medicamento está disponível em farmácias em forma de injeção, que tem na sua composição vários esteres de testosterona, com diferentes velocidades de ação, o que lhe permite ter uma ação imediata e prolongada por 3 semanas. A injeção deve ser administrada por um profissional de saúde.

Fonte e imagem: F3 Notícias

Nenhuma postagem para exibir