Marido soca rosto de mulher grávida e leva sacode da polícia em Pitangueiras

Homem estava alterado e precisou ser contido pelos policiais; mulher e bebê passam bem

Foto: Pixabay

Um homem foi preso depois de agredir a própria mulher, grávida de três meses, com uma série de socos no rosto em Jaboticabal. Ele responderá por lesão corporal enquadrada na lei Maria da Penha.

A Polícia Militar foi chamada por vizinhos, que ouviram gritos da residência onde os dois moram. Uma viatura foi ao local, no inicio da noite desta segunda-feira (18), para averiguar os fatos e, ao chegarem à residência, foram atendidos pela mulher, que tinha marca dos socos no rosto e contou o ocorrido.

Aos policiais, a mulher disse que houve uma briga entre os dois e que, depois de agressões verbais de ambos os lados, ela acabou levando uma série de socos do companheiro, que também estava na casa.

A polícia então entrou no local e foi recebida pelo homem com agressividade, tendo sido necessário uso de força para contê-lo.

Sem chance

Tanto a mulher quanto o bebê passam bem, segundo informações das autoridades policiais.

O agressor foi levado ao Plantão Policial da cidade, onde foi verificado que ele havia saído do sistema prisional há um ano, onde cumpriu pena por tráfico de drogas.

O homem responderá por lesão corporal, enquadrada na lei Maria da Penha, e segue preso e à disposição das autoridades.

Nenhuma postagem para exibir