Violino roubado em latrocínio é encontrado em favela de Ribeirão Preto

Instrumento avaliado em R$ 40 mil pertencia ao professor de música Wesley Eckstein de Camargo, que foi morto dentro de casa em São Simão

Avaliado em R$ 40 mil, violino estava em favela de Ribeirão Preto

Agentes da Polícia Civil encontraram nesta sexta-feira (10), em uma favela de Ribeirão Preto, o violino avaliado R$ 40 mil que foi roubado do professor de Wesley Eckstein de Camargo, morto dentro da própria casa no final de maio, em São Simão.

O instrumento estava em uma casa na comunidade Jardim Aeroporto, na Zona Norte da Cidade. O local teria servido de abrigo para um dos suspeitos do crime.

Wesley foi encontrado amarrado e com uma gravata no pescoço. O corpo tinha sinais de agressão. O caso é tratado pelos investigadores como Latrocínio (roubo seguido de morte). Dois homens já foram presos por suspeita de participação no crime.

Nenhuma postagem para exibir