Latrocínio é principal hipótese para o crime da Camilo de Matos

A informação foi dada pelo delegado Cesar Augusto de França da DIG/ DEIC 3

Foto: Rede Social

A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio como a principal causa do assassinato ocorrido na rua Camilo de Matos, no último dia 15. A declaração foi dada pelo delegado, Cesar Augusto França, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) / Deic 3.

Além disso, mais dois criminosos foram identificados e o carro usado apreendido. Tiago Augusto da Costa Medeiros foi um dos homens localizados e presos pela polícia ainda no dia do fato, contudo, ele negou participação.

Os agentes chegaram à informação de que ele já possuía passagem por furto e estava sendo procurado pela Justiça. Isso porque o rapaz estava o cumprindo a pena em regime semi-aberto, em Bauru, e no dia em que saiu não voltou mais.

Em função da prisão do suspeito, descobriu-se que, durante a ação criminosa, participaram quatro pessoas, sendo que no mínimo dois deles estavam armados. Além disso, o carro usado, um gol branco, foi encontrado nos Campos Elíseos.

O veículo estava com a placa trocada, sendo que a utilizada pertencia a outro modelo. Mais algumas outras identificações foram encontradas e apreendidas e notou-se que estavam clonadas

O outro partícipe identificado pelos investigadores é natural da região Nordeste e morava nos Campos Elíseos. Contudo, conforme as apurações ele fugiu para sua localidade natal.

O caso

Edilson Donizete Mancim, 48, foi morto com um tiro na cabeça em frente ao seu estabelecimento comercial, localizado na rua Camilo de Matos, no Jardim Paulista. Um policial que passava pelo local, conseguiu capturar um dos envolvidos na ação.

Os outros, após o disparo, fugiram. Em razão do fato foi acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros que, logo após realizarem os atendimentos iniciais, encaminharam a vítima para o Hospital São Lucas.

Apesar do atendimento médico recebido, o empresário não resistiu aos ferimentos e teve seu óbito confirmado. Devido a um quadro de parada cardiorrespiratória que não foi possível ser revertido.

Nenhuma postagem para exibir