Ladrão que matou frentista pode ter recebido ajuda de comparsas

Segundo testemunhas, homem fugiu na garupa de uma moto

Foto: Reprodução.

Comparsas podem ter ajudado na fuga do criminoso que roubou um posto de combustíveis e matou um frentista na zona Norte de Ribeirão Preto, durante a tarde do último sábado (20).

Segundo Boletim de Ocorrência registrado sobre o caso, funcionários do estabelecimento viram o rapaz abandonando a bicicleta utilizada no crime e subindo na garupa de uma moto, minutos após os disparos.

Até o momento, nenhum dos investigados foi encontrado, mas, sabe-se que a bicicleta estava no estacionamento de um supermercado bem próximo ao local do assalto.

A dúvida é se o próprio criminoso a deixou por lá, ou se mais alguém ajudou no recolhimento do veículo. De acordo com outras testemunhas, essa terceira pessoa teria participado da ação.

Foto: Polícia Civil/ Divulgação.

Imagens de câmeras de segurança da loja podem auxiliar no trabalho da Polícia Civil. Além disso, uma bolsa com roupas do ladrão e um aparelho celular foram encontrados e já fazem parte das investigações.

Denúncias anônimas podem ser feitas pelo telefone 181.

Vítimas

O corpo do frentista Vail Julião, 60, foi sepultado neste domingo (20) em Itiparina. O idoso não resistiu aos tiros no peito e nas costas e morreu ainda no posto de combustíveis.

A outra vítima, o gerente João Benedito Sartori, 65, levou um tiro de raspão, mas passa bem.

Veja mais: Câmera registra roubo seguido de morte em posto de combustíveis.