Idoso e filha são espancados por grupo de ciganas

O ato de violência ocorreu após o idoso ter tentado impedir um furto

Foto: Maury Jr.

Um idoso deficiente e sua filha foram agredidos por um grupo de ciganas na tarde dessa terça-feira (21) em Matão, interior de São Paulo.

O ato de violência ocorreu na rua Rui Barbosa com a Avenida 15 de Novembro, no centro da cidade.

Segundo a Polícia Militar (PM), o grupo de ciganos tentou furtar um objeto de uma mulher, e foi aí que o idoso de 73 anos que não possui o braço tentou impedir o crime.

No entanto, o idoso acabou sendo agredido com socos e pontapés. As ciganas ainda teriam ofendido o idoso, o chamando de aleijado.

A filha, de 45 anos, que é vendedora autônoma no centro da cidade, tentou ajudar seu pai, mas também teria sido atacada.

Transeuntes que passavam pelo local no momento do crime, acionaram a Central de Emergência da Polícia Militar. Ao perceberem que a PM foi chamada, as suspeitas fugiram da cena do crime.

Ao chegarem no local, os oficiais da polícia contactaram o Samu, para atender o idoso que apresentava uma série de hematomas pelo corpo, principalmente na região das pernas.

As informações do caso foram repassadas para o delegado Marcos Marcuzzo.

Nenhuma postagem para exibir