Homem supostamente embriagado é preso ao agredir a mãe na zona Leste de Ribeirão Preto

Caso aconteceu na noite desta terça-feira (25), no bairro Parque São Sebastião

Imagem Ilustrativa da sirene de uma viatura da Polícia Militar - Foto: Divulgação

Um homem de 42 anos, supostamente embriagado, foi preso ao agredir a mãe de 72 anos na noite desta terça-feira (25), no bairro Parque São Sebastião, na zona Leste de Ribeirão Preto. 

A Polícia Militar foi acionada, e no local a vítima, que já possui medida protetiva contra o filho, contou que não é a primeira vez que as agressões acontecem. Segundo informações, o filho teria chegado embriagado e começado a arremessar copos e pratos contra a mãe.  

Ao avistar a presença dos policiais, o agressor tentou resistir à prisão, sendo necessário a imobilização do sujeito para contê-lo. Ao ser algemado, o homem ainda teria se debatido no compartimento de presos e chutado a porta da viatura policial. 

O homem foi encaminhado para a delegacia, onde foi autuado em flagrante por descumprimento de medida protetiva e resistência, sendo levado para o presídio. 

Violência doméstica

A Polícia Civil de São Paulo registrou, desde o início da pandemia, mais de 5.5 mil boletins eletrônicos de violência doméstica no Estado. Segundo dados da Secretaria de Segurança de SP, a possibilidade de registros eletronicamente aumentou em 19,09% o número de denúncias para o crime de violência doméstica. 

Denúncia 

Desde abril, já é possível registrar casos de violência doméstica e familiar contra a mulher pela internet, por meio da Delegacia Eletrônica. O atendimento digital da Polícia Civil do Estado de São Paulo foi ampliado e agora, além de fazer o boletim de ocorrência online, as vítimas desse tipo de violência também podem solicitar medidas protetivas sem sair de casa.

Para facilitar o acesso à ferramenta e orientar as mulheres, a instituição elaborou um manual virtual com o passo a passo para comunicar crimes dessa natureza à Polícia, bem como pedir medidas para garantir a segurança em relação aos agressores.

Nenhuma postagem para exibir