Homem mantém esposa e filhos presos e acorrentados por 17 anos

Eles estavam numa casa em Guaratiba

Uma mulher e dois jovens – mantidos em cárcere privado há 17 anos – foram libertados nesta quinta-feira (28) por policiais em uma casa na zona oeste do Rio de Janeiro. Segundo a Polícia Militar (PM), os três foram encontrados amarrados em sua casa no bairro de Guaratiba.

Os policiais foram ao local após receber uma denúncia anônima. As vítimas estavam sujas e subnutridas, de acordo com a PM, e foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

O suspeito de mantê-las presas era o próprio marido e pai das vítimas, Luiz Antônio Santos Silva, conhecido como Dj. Ele foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Polícia de Guaratiba (43ª DP).

Segundo depoimento da mãe, ela tentou separar-se do marido, mas era constantemente ameaçada de morte. Ela afirmou também que as crianças eram acorrentadas e amarradas e nunca frequentaram uma escola.

Luiz Antônio vai responder por sequestro, cárcere privado, maus tratos e crime de tortura.

Nenhuma postagem para exibir