Triplo Homicídio: Adolescente é assassinada junto com a família pelo namorado de 36 anos

O acusado trata-se de Leandro dos Santos Caetano, 36, que também foi encontrado sem vida, pela polícia

Foto: Rede Social

Um vigilante matou a namorada de 16 anos e a família dela, nesta terça-feira (24), no Novo Parque São Vicente, em Birigui. O acusado trata-se de Leandro dos Santos Caetano, 36, que também foi encontrado sem vida, pela polícia.

Os corpos do acusado e de Mariana Pires Tondati Campan, 16, foram encontrados caídos no chão da sala, dentro da residência da família, localizada na rua João Batista Puertas Saches. Enquanto que a mãe da adolescente, Daiana Cristina Pires, 39, foi achada no sofá, e o irmão, Igor Markelli Ferreira Pires, 24, foi alvejado dentro do banheiro.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado para prestar atendimento médico às vítimas. Contudo, quando chegou ao local, os óbitos foram constatados.

De acordo com o boletim de ocorrência, testemunhas contaram que Caetano chegou à casa em uma moto, entrou na residência e atirou contra família. A arma utilizada no crime trata-se de um revólver calibre .30 que foi encontrado pela Polícia Militar (PM).

Além disso, no local havia oito cartuchos deflagrados, bem como um projétil de arma de fogo. Os agentes ainda localizaram e apreenderam três celulares.

Das investigações

Pessoas que estavam pelo local foram ouvidas pela polícia e afirmaram que o autor, ao realizar os disparos, atirou contra si. Além disso, as apurações contaram com a ajuda da perícia técnica.

Em razão disso, foram recolhidos os cartuchos, o projétil, encontrado na parede, bem como a arma do crime. Mas não foi só. No ambiente, também estava a mochila de Leandro, com duas blusas de frio.

O delegado que estava no local, relatou que ao entrar no imóvel encontrou um Pitbull, morto atrás de um portão de metal. Na sala, estava adolescente ajoelhada, com o tronco para frente e o do ex-companheiro sobre o corpo dela, caído de lado. A mãe da vítima também estava no cômodo, sentada no sofá.

Sendo assim, os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) para realização de exames.

Nenhuma postagem para exibir