Golpista acessa Whatsapp de vereador e pede dinheiro para editor do Grupo Thathi

Segundo Luis França, o CPF usado para fazer o pedido de dinheiro é de uma residência de São Paulo

Vereador França (PSB) - Foto: Divulgação

Um golpista está se passando pelo vereador Luis França e pedindo dinheiro para os contatos do legislador no Whatsapp. Um dos que receberam a mensagem foi o editor do Grupo Thathi, Eduardo Schiavoni, nesta quarta-feira (7).

No texto, o indivíduo pergunta se Schiavoni teria PIX cadastrado, porque precisava “efetuar um pagamento, mas o limite diário excedeu” e promete devolver a quantia. O valor pedido foi de R$890.

O vereador teve seu celular invadido neste dia 6. Ele estava vendo as mensagens que foram encaminhadas no aplicativo e de repente tudo sumiu. Quase à noite, França recebeu uma ligação e tomou ciência do que estava acontecendo.

Segundo o vereador, em conversa com a reportagem da Thathi, já foi registrado um Boletim de Ocorrência e os advogados vão dar início à ação judicial. Ele pretende resgatar a quantia e reembolsar aqueles que fizeram o depósito, já que nas constas dele, o prejuízo já soma mais de R$ 5 mil.

“Quem está fazendo isso pode responder pelo crime de estelionato. Puxamos o CPF que está sendo usado para fazer o PIX e está dando uma residência de São Paulo”, disse França.

Nenhuma postagem para exibir