Fim do sequestro: Polícia Militar arromba cativeiro e liberta mulher sequestrada pelo ex-marido em Franca

Após 48 horas, Maria de Fátima Batista foi encontrada em um sítio na zona rural de Ribeirão Corrente (SP). Autor do sequestro foi preso

Após dois dias de ter sido raptada pelo ex-marido em Franca (SP), a auxiliar de limpeza Maria de Fátima Batista, foi encontrada pela Polícia Militar na tarde deste sábado (9). Ela estava em um sítio na zona rural de Ribeirão Corrente (SP), onde era mantida em cativeiro.

Segundo os policiais, a vítima estava trancada em um dos cômodos da casa. O motorista Paulo Sérgio Batista, apontado pela família como autor do sequestro, foi detido e levado ao plantão da Polícia Civil em Franca.

O casal estava separado desde 21 de outubro e Paulo não aceitava o fim do relacionamento. Antes do crime, ele fez postagens nas redes sociais se despedindo de amigos e familiares.

Sequestro

Maria de Fátima foi vista pela última vez na quinta feira ao sair de uma agência bancária na Avenida Frei Germano. Na ocasião ela estava acompanhada de uma amiga. As duas foram surpreendias por Paulo Sérgio, que estaria armado.

A amiga contou à Polícia que o motorista tomou o celular da mão da ex-mulher e puxou ela a força, obrigando a subir na moto dele. Em seguida, os dois deixaram o local e desapareceram.

Pouco depois, a auxiliar de limpeza ligou a para a irmã usando o celular de Paulo Sérgio pedindo para que a irmã cuidasse do filho dela. Após o telefonema, o celular foi desligado. 

Um boletim de ocorrência foi registrado na Polícia Civil de Franca pelo filho da vítima, um mecânico de 19 anos. No documento, o jovem aponta o ex-padrasto como autor do sequestro.

Foto: Reprodução Facebook

Resgate

Câmeras de segurança próximas ao local do sequestro, no bairro Estação, auxiliaram a família a identificar o caminhos feitos por Paulo. 

As informações passadas pelos parentes da vítima, levaram a Polícia até a propriedade na área rural de Ribeirão Corrente, a 28 quilômetros de Franca.

Testemunhas relataram que viram um homem com as mesmas características de Paulo passar de moto na região do sítio. Na tarde de sábado, a PM foi até o local, encontrou o veículo e arrombou a casa.

Segundo a equipe, Maria de Fátima era mantida trancada em um dos quartos, mas não apresentava ferimentos e não estava amarrada. O ex-marido tentou se encender debaixo de uma cama e foi detido.

Em depoimento, o motorista afirmou que apenas gostaria de continuar o relacionamento com a vítima. Ele ficou preso.