Filhos do casal baleado estavam presentes na noite do crime

O subtenente da Polícia Militar afirmou que foi o filho de 12 anos que atendeu a porta e levou os oficiais até os pais feridos

Foto: PixaBay.

Estavam no local do crime, os filhos do casal que foi baleado durante uma tentativa de assalto em Jardinópolis, durante madrugada dessa quinta-feira (16), um menino de 12 anos e sua irmã de apenas 5 anos.

As vítimas afirmaram que estavam dormindo, foram surpreendidos por dois homens armados, por volta das 1h30. Os suspeitos teriam chegado no cômodo por meio do telhado, já que a casa possuí cerca elétrica e, de acordo com a Polícia Militar (PM), câmeras de segurança. A dupla então arrombou a porta da sacada e adentrou o quarto das vítimas.

O pai, de 55 anos, afirmou ter lutado com os ladrões, e foi durante esse confronto, que aconteceram os disparos. Olício dos Reis de Sá, subtenente da PM, informou que quem os atendeu os oficiais foi o garoto, que então levou os policiais até os pais que estavam feridos.

As vítimas então receberam o devido atendimento por parte do Serviço de Atendimento Móvel (Samu) e então foram levadas para a Santa Casa de Ribeirão Preto.

A mulher, de 39 anos, levou um tiro na perna e nas costas, o que causou uma hemorragia que a fez passar por um quadro clínico grave. Por sua vez, o marido foi ferido nas costelas e na perna, e apresentou hematomas e um fêmur quebrado.

Segundo a Santa Casa, o quadro de ambos já foi estabilizado. A Polícia Civil de Jardinópolis irá investigar o caso, que ficou registrado como tentativa de latrocínio.

Nenhuma postagem para exibir