Família contrata uma empresa para levar dependente químico para tratamento e ele morre na abordagem

A vítima seria levada à força para a clínica de reabilitação, mas resistiu, foi amarrado e recebeu um mata-leão

A família de um dependente químico de Araras, Jhonny Lopes da Silva, de 26 anos, contratou uma equipe para levar o rapaz a uma clínica de reabilitação na cidade de Sorocaba, sem a anuência do dependente.

Na abordagem, o rapaz resistiu e foi contido pelos colaboradores da empresa, de forma truculenta. Segundo depoimento dos familiares, Jhonny foi amarrado e na sequência sofreu um mata-leão e veio a óbito.

Os envolvidos foram presos pela Guarda Municipal de Araras e conduzidos à Delegacia, onde responderão por crime de homicídio.

A clínica de Sorocaba foi ouvida e emitiu nota dizendo que terceiriza o serviço de transporte de pacientes. Veja, na íntegra, o posicionamento da clínica a respeito do assunto:

“A Estrela de Davi, ressalta que possui mais de 5 (cinco) anos atuando neste segmento, de maneira eficiente e com diretrizes que preceituam primordialmente o bem-estar de seus acolhidos e a sua recuperação social, sendo reconhecida na região pelos bons serviços prestados.

A Estrela de Davi aguarda que os fatos sejam totalmente apurados e esclarecidos para que sejam tomadas as condutas devidas.

A Estrela de Davi ressalta também que, a empresa que atuou no transporte do acolhido para as dependências do espaço terapêutico, e objeto da ocorrência, fora contratada pelos familiares do acolhido, sendo que esta, não possui quaisquer vínculos com a Estrela de Davi, nem mesmo em caráter de terceirização.

De modo que a Estrela de Davi não possui capacidade fiscalizatória sobre a conduta e atos dos funcionários da empresa contratada pelos familiares do acolhido, pois os mesmos não integram o seu quadro de funcionários.

A Estrela de Davi fornece somente os serviços de acolhimento e tratamento à dependência química, não oferecendo o serviço do transporte dos futuros acolhidos para as dependências do espaço terapêutico.

Por fim, o Espaço Terapêutico Estrela de Davi informa que está à disposição das autoridades competentes para auxílio nas respectivas investigações e atribuições de responsabilidades, buscando exclusivamente a verdade real, bem como informa estar prestando todo o suporte aos familiares do acolhido neste difícil momento.”

Fonte e imagem: São Carlos Agora

Nenhuma postagem para exibir