Ex-presidiário é suspeito de abusar sexualmente do filho três dias após sair da cadeia

Pai teria levado a criança para uma praça e realizado o estupro nas proximidades; denúncia foi feita pelo próprio menino, que contou a avó sobre o caso

Imagem ilustrativa - foto: Arquivo Thathi

Um ex-presidiário de 33 anos é suspeito de estuprar seu filho de apenas três anos nesta sexta-feira (17) em uma praça pública localizada no bairro Ipiranga, em Ribeirão Preto. A denúncia foi feita pela própria criança à avó, que registrou o caso na Polícia Civil.

Segundo boletim de ocorrência, o menino chegou em casa após um passeio com o pai alegando que o homem havia chupado o seu pênis e lambido o seu ânus.

O acusado estava preso e foi liberado na última terça-feira (14). Ao sair da cadeia, a mãe do menino não deixou o homem voltar para casa por estar apresentando sinais de embriaguez. O pai então decidiu ir para a casa da mãe, avó da criança.

Denúncia

Três dias depois de voltar a morar com a mãe, o ex-detento recebeu a visita do filho. A mãe da criança decidiu deixar o menor na casa da avó, pois o menino dizia sentir falta do pai.

Aproveitando-se do fato, o homem saiu para passear com o filho e levou a criança até uma praça próxima da residência. Ao voltar, o menino contou o que havia acontecido à avó, mãe do ex-detento, que, por sua vez, relatou o caso à mãe da criança. A mulher foi até a delegacia e registrou o ocorrência.

Foram solicitados exames físicos de corpo de delito no Instituto Médico Legal para verificar a existência de sinais do abuso. A Polícia Civil investiga o caso. O homem permanece em liberdade.

Nenhuma postagem para exibir