Ex-comandante da PM é executado com tiros na cabeça em Luiz Antônio

Criminosos invadiram casa e sabiam que vítima era policial militar; Polícia Civil investiga o caso

Ilson Rodrigues da Silva, policial morto em Luiz Antônio - Foto: Redes Sociais

Ilson Rodrigues da Silva, 54, ex-comandante da Polícia Militar de Luiz Antônio, foi assassinado a tiros na noite desta terça-feira (17) em sua residência, no Jardim Santa Sophia, naquele município.

A vítima era subtenente da reserva e estava com a mulher no quarto da casa, invadida por três assaltantes.

O veículo dele, um Chevrolet Tracker, foi roubado e horas depois localizado incinerado em Ribeirão Preto, na madrugada desta quarta-feira (18), na rua João Diniz Alvim, em frente ao Parque Rubem Cione, na zona Noroeste da cidade. 

A esposa da vítima relatou aos policiais que o marido teria reagido ao assalto. Segundo J. A. S. S., 52,  o casal já estava deitado quando o Ilson ouviu um barulho e levantou abruptamente para verificar nos outros cômodos do imóvel.

Logo em seguida, ela ouviu, segundo seu depoimento registrado no boletim de ocorrência, três ou quatro disparos de arma de fogo e um indivíduo dizer “aí, foi reagir”, e três homens magros, um negro, um branco e um ruivo, que estava encapuzado, entraram no quarto.

Ação

O trio perguntava sobre um cofre e jóias. Os três assaltantes teriam falado que sabiam que Ilson era policial militar.

Foram roubados a pistola calibre 380 da vítima, três televisores, jóias, os celulares do casal e também o carro da família usado na fuga. 

A mulher foi amarrada com lacres plásticos, mas conseguiu se desvencilhar para pedir socorro aos vizinhos.

Os criminosos estouraram o miolo da fechadura de uma porta lateral da sala da casa e pulado um muro para entrar no quintal da casa. A ação durou aproximadamente 45 minutos. 

A Perícia constatou que Ilson tinha quatro perfurações que o atingiram na cabeça e na perna esquerda. O corpo da vítima foi trasladado para necropsia no IML (Instituto Médico Legal) de Ribeirão Preto. O velório e sepultamento foram marcados para tarde desta quarta-feira (18) em Luiz Antônio. A Polícia Civil investiga o caso.

Nenhuma postagem para exibir