Enfermeira que guardava 286 quilos de maconha é presa no Sumarezinho

A mulher recebia do homem R$1 mil para guardar os entorpecentes

Foto: Redes Sociais

Uma enfermeira, 40, e um homem, 24, foram presos por suspeita de tráfico de drogas nesta sexta-feira (27), em Ribeirão Preto. A Polícia Civil encontrou 286 quilos de maconha na casa da mulher, no bairro Sumarezinho, zona Oeste da cidade.

O delegado César Augusto de França informou que a enfermeira recebia R$1 mil por semana para guardar as drogas na casa. Cada tijolo de maconha era vendido pelo jovem por R$900. 

A abordagem na residência ocorreu por volta do meio dia, no momento não havia ninguém no local. A mulher foi presa enquanto trabalhava em um hospital particular, no Centro. E o homem foi abordado enquanto passeava com a família em um shopping na zona Leste. 

Além dos entorpecentes, a polícia apreendeu três balanças, dois celulares, 90 projéteis, facas, embalagens plásticas e um caderno com anotações.

De acordo com o delegado, a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) investigava os suspeitos há cerca de três meses. Eles vão responder por tráfico de droga, associação ao tráfico e posse irregular de munições. 

A enfermeira foi levada para a Penitenciária Feminina de Guariba, o jovem foi encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Ribeirão Preto. Eles passarão por audiência de custódia no sábado (28).

 

Nenhuma postagem para exibir