Dupla execução no Jardim Aeroporto em Ribeirão Preto

Pai e filho foram mortos dentro de casa

Imagem ilustrativa/pixabay

A Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Ribeirão Preto, foi comunicada  através do COPOM (Centro de Operações) da Polícia Militar, na madrugada desta sexta-feira (1), de duplo homicídio ocorrido no interior de uma residência, localizada na rua Pirangi, no Jardim Aeroporto, zona Norte da cidade.

IMEDIATAMENTE, conforme descrito no registro do boletim de ocorrência, a equipe plantonista deslocou até o local dos fatos.

Chegando lá, verificou que policiais militares preservaram a cena dos crimes.

A perícia foi acionada.

Foram localizados quatro fragmentos de projéteis que restaram e, aprendidos. A residência é de alvenaria e está situada em rua pavimentada e  iluminada. Tem como entrada um portão social e o portão de garagem, gradeados, com vistas ao interior da mesma.

O portão da garagem estava aberto levantado. De imediato, se pode notar a presença de uma das vítimas caída no solo da garagem. Foi verificado que Divino Geraldo de Souza, 72, estava caído em decúbito dorsal. Ele trajava bermuda, camiseta e chinelos.

Foi possível verificar que, aparentemente, a vítima tinha duas perfurações, uma no braço e outra, no tórax.

Dentro da residência, os policiais civis constataram rastros de sangue, pingos, que passaram pela sala até o cômodo seguinte, a cozinha, onde foi localizada a segunda vítima, Fábio Geraldo de Souza, 41, que estava também em decúbito dorsal e trajava bermuda, camiseta chinelos. Foi possível verificar que, aparentemente, a vítima tinha uma perfuração no crânio. Os óbitos foram constatados pelo médico perito.

A Polícia Militar foi acionada familiares, – vizinhos -, que após escutarem estampidos, saíram de suas casas e depararam com as vítimas sem vida.

A residência onde as execuções ocorreram, seria de propriedade de Fábio e estaria desocupada.

Familiares não souberam precisar porque as vítimas estavam local, naquele horário, pois residem na casa vizinha.

Antes da chegada da equipe da Central de Flagrantes, os policiais militares ouviram relatos que o autor dos crimes poderia ser um desafeto de Fábio, – que já teria sofrido uma tentativa de homicídio em 2018 -, durante uma “saidinha” do Dia do Pais. Ele saiu da prisão há 30 dias.

O Setor de homicídios da Delegacia de Investigações Gerais trabalha na ocorrência.

Nenhuma postagem para exibir