Depois de conversa “quente” no bate-papo, homem é extorquido pela Internet

Suposta vítima pensou que falava com mulher, mas descobriu que foi vítima de um golpista; Polícia Civil investiga o caso

Plantão Policial de Ribeirão Preto - Foto: Lúcio Mendes

Um homem de 36 anos, morador de Serrana, procurou a Polícia Civil em Ribeirão Preto afirmando ter sido extorquido depois de uma troca de mensagens em uma sala de bate-papo da rede mundial de computadores.

De acordo com a versão apresentada pela suposta vítima, a situação se complicou depois que a conversa no bate-papo esquentou. Ele topou fornecer o número do seu celular para a pessoa com quem conversava.

Ao adicionar o número, entretanto, deparou-se com a imagem de um homem. Ato contínuo, o verdadeiro dono da linha disse que tinha todas as conversas mantidas no bate-papo salvas e que iria expor o conteúdo se não recebesse um depósito de R$ 150 em sua conta.

O homem não fez os depósitos, mas resolveu procurar a polícia e registrar o caso. A Polícia Civil investiga o caso e tenta localizar o autor da extorsão. Até o momento, ninguém foi identificado.