Criança vai brincar na casa de amigos e é supostamente estuprada por pai dos colegas

Mãe levou menino de seis anos ao pronto socorro após notar sangramento na região anal do filho; no local, vítima contou à equipe médica o ocorrido

Imagem Ilustrativa - foto: Arquivo Thathi

A Polícia Civil investiga um suposto caso de estupro a um menino de seis anos, em Borborema. A denúncia foi feita por plantonistas do Pronto Socorro da cidade, após a mãe da vítima identificar um sangramento na região anal do filho. Na presença dos médicos e da responsável, a criança disse ter sido violentada pelo pai de dois coleguinhas.

De acordo com o relato da criança, ele teria ido brincar na casa de dois coleguinhas, um de seis anos e outro de sete. Porém, no local, o menino foi supostamente violentado pelo pai dos amigos, na frente das crianças. O homem teria dito ainda para que os garotos não contassem para ninguém o ocorrido, pois seria um segredo somente deles.

Em casa, a mãe do garoto percebeu um sangramento na região anal do filho e decidiu levá-lo ao Pronto Socorro de Borborema. Na presença da mãe e dos médicos a criança contou o ocorrido. Imediatamente os plantonistas do local acionaram a Polícia Militar para denunciar o caso. 

O Conselho Tutelar também foi acionado e orientou a equipe médica sobre que providências deveriam ser tomadas. A ocorrência foi registrada na Delegacia da Polícia Civil de Ibitinga que vai dar continuidade à investigação.

Nenhuma postagem para exibir