Corpos de mãe e filha são localizados após adolescente confessar onde a criança estaria enterrada na região

Mulher de 34 anos e menina de 9 estavam desaparecidas desde novembro do ano passado; companheiro da vítima é o principal suspeito

Foto: Rede social

Uma adolescente de 16 anos, que não teve a identidade divulgada, foi apreendida, nesta terça-feira (2), como suspeita de participação no assassinato de sua mãe e da irmã mais nova, após confessar onde o corpo da vítima estaria enterrado na casa da família em Pompéia, município localizado à 287 km de Ribeirão Preto.

Os corpos de Cristiane Arena, de 34 anos, e Karoline Vitória, de 9 anos, foram localizados no quintal da casa, sob um contrapiso de concreto. As duas estavam desaparecidas desde o mês de novembro do ano passado.

De acordo com Cláudio Filho, delegado responsável pela apuração do caso, a afirmação da adolescente sobre a localização do corpo reforça sua suspeita de participação no duplo homicídio ao lado do principal suspeito, ex-companheiro da vítima e padrasto da criança.

Identificado como Fabrício Buim, o principal suspeito do crime chegou a prestar depoimentos quando as vítimas ainda eram consideradas desaparecidas, mas o mesmo não foi mais localizado desde que os corpos foram encontrados.

Segundo a família, o sepultamento de ambas as vítimas foi realizado em clima de muita comoção por volta de 15h30 desta quarta-feira (3), após uma breve cerimônia de velório em campo aberto, com caixões lacrados. O caso deve continuar sendo investigado.

Fabrício Buim Arena Belinato, principal suspeito do crime – foto: Arquivo pessoal

Nenhuma postagem para exibir