Cabo PM morre após cair do helicóptero Águia durante treinamento

A vítima participava de treinamento na região de Presidente Prudente

Cabo PM Alexandre Luís Batista/ Reprodução

O ​cabo da Força Tática da Polícia Militar, Alexandre Luís Batista, 43, ​morreu após cair do helicóptero Águia, durante um treinamento nesta quinta-feira (16), em um aeródromo particular de Álvares Machado, na região de Presidente Prudente.

Segundo informações divulgadas pela Polícia Militar, ele foi levado para o Hospital Regional de Presidente Prudente em estado grave​, mas não resistiu aos ferimentos.O treinamento era realizado em conjunto com a Força Tática da PM de Assis  e o Grupamento Aéreo na região.

O policial sofreu uma queda de aproximadamente dez metros de altura.Conforme divulgado pela PM, ele se desequilibrou e caiu da aeronave.

Nota do Hospital

“O Hospital Regional de Presidente Prudente ‘Dr. Domingos Leonardo Cerávolo’ informou que o paciente em questão, 43 anos, deu entrada no pronto-socorro da unidade e recebeu todos os cuidados da equipe médica e multiprofissional. Porém, seu quadro evoluiu a óbito às 11h40”, disse o HR, em nota oficial.

Polícia Militar

Através de nota, a assessoria de imprensa da Polícia Militar disse que o policial estava na corporação há mais de 20 anos.Ele atuava na Força Tática do 32° Batalhão de Polícia Militar do Interior.  

A Polícia Militar vai instaurar procedimento interno para apurar o que provocou a queda​ e a morte do policial​ e informou ainda que o caso está sendo investigado.

“Todas as providências para esclarecer o caso estão sendo adotadas pela Polícia Militar, bem como pelo órgão aeronáutico responsável”, concluiu a nota.

Twitter do Governador

Por meio do Twitter, o governador de São Paulo, João Doria, publicou uma mensagem prestando solidariedade e pesar para a familia do policial.

Nenhuma postagem para exibir