A casa caiu: Polícia Civil prende Paulo Cupertino em hotel na Capital

Comerciante era procurado pelos homicídios do ator Rafael Miguel e seus pais, cometidos em junho de 2019

A Polícia Civil prendeu o comerciante Paulo Cupertino Matias, na tarde de ontem (16), em um hotel na Capital. Cupertino estava na lista dos mais procurados pela polícia.Após receberem denúncias, policiais do 98ºDP (Jardim Míriam) foram até o local indicado e fizeram campana. Com a confirmação da identidade do procurado, a prisão foi feita.
“É uma resposta da Polícia Civil e do Governo do Estado de São Paulo à sociedade”, afirmou o delegado-geral, Osvaldo Nico Gonçalves. A polícia segue investigando o caso par identificar quem o ajudou Cupertino a se manter foragido.
O casoEm 09/06/2019, o comerciante Paulo Cupertino Matias, de 51 matou o ator Rafael Henrique Miguel, de 22 anos e os pais do rapaz: João Alcisio Miguel, de 52 anos, Miriam Selma Miguel, de 50.
Rafael, acompanhado de seus pais, foi até a casa da namorada conversar com o pai dela sobre o namoro. Eles foram recebidos pela jovem e sua mãe. Por volta das 13h55, o comerciante Paulo Cupertino Matias chegou ao local armado e atirou nas três vítimas, que estavam no portão da casa. As vítimas morreram no local.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo

Nenhuma postagem para exibir