Menino Ney

QUALQUER CRIANÇA OU ADOLESCENTE – deste ou de outro país – deve estar discutindo neste momento a vida sexual maravilhosa do ídolo Neymar. Afinal, não nos restam dúvida sobre ele ter ou não ter transado com uma aventureira quase profissional, de dotes físicos quase tão perfeitos que deveriam estar desfilando bem próximo ao Paraíso. São pessoas como ela – a tal aventureira – que nos separam ou nos isolam do cidadão comum do ídolo que tanto admiramos.

INACESSÍVEL PARA TANTOS, PORÉM AO dispor de poucos privilegiados, o corpo escultural de uma caçadora de dotes pode nos dizer muito mais do que a simbologia nos oferece. Neymar é apenas mais um. Absorvido pelos encantos pessoais – e tão bem visíveis – não soube avaliar o risco de transformar-se em um idiotizado que paga o necessário – ou bem mais que isso – para satisfazer ridículos egos pessoais e sexuais.

COMEU SEM CULPA E FEZ VALER A importância de cada euro ali depositado. Não contava com a astúcia maliciosa de quem vende o corpo simplesmente e tem planos de outro tipo de arrecadação. A jovem mãe brasileira queria mais, ambicionava escalas ainda maiores. Neymar foi acusado de estupro, submetido a histórias vexatórias e relatos pouco convincentes. Acuado, teve que montar um batalhão de defensores.

O RESULTADO É SIMPLESMENTE DESASTROSO. Neymar nem mesmo teve tempo e ocasião para observar o quanto sai derrotado diante disso tudo. Saí da história – e seja qual for o resultado – menos ídolo e mais vítima. Alguém que não soube compreender sua verdadeira posição social, e o importante papel que desempenhava diante de jovens e adolescentes. Vai pagar por isso. Um preço alto e inevitável.

NADA COMPARADO AOS CIFRÕES milionários que o prendem ao futebol europeu e também o transformam em garoto mundial de propaganda de carros e celulares. Neymar machuca o Brasil. Sua irresponsabilidade pessoal supera suas melhores qualidades esportivas. Não é – nem de longe – o papel de um verdadeiro líder social. Transformou dinheiro em conquista e julga que o mundo – dependendo de preço e ocasião – está totalmente ao seu dispor.

UMA PENA, O BRASIL ESPERA MUITO mais de seus verdadeiros representantes. Dignidade, inclusive. Neymar, infelizmente, não conseguiu entender. Um casal de Ribeirão Preto, com ligações fortíssimas ao projeto educacional acaba de nos fornecer exemplo muito mais dignificante. Sem alarde, bancou passagens e estadias para duas jovens e carentes estudantes poderem apresentar em Paris um revolucionário projeto escolar.