Dez dúvidas sobre a comunicação

Chico Ferreira é jornalista. Responde também pelo jornalismo da Record TV em Ribeirão Preto.

1 – O JORNAL IMPRESSO VAI ACABAR?

Agora, não. Mesmo com o presidente Bolsonaro decretando o fim da obrigatoriedade da publicação dos balancetes empresariais nos jornais de grande circulação, ainda existe um mercado publicitário interessado no impresso. E leitores também.

2 – A TV A CABO VAI ACABAR?

A tendência é que sim. A Rede 5G vai chegar mais cedo ou mais tarde, com velocidade de transmissão capaz de dispensar os cabos que entopem os conduítes da sua casa.

3 – TV SOB DEMANDA É O FUTURO?

Em parte. A Netflix é a referência neste mercado no Brasil. Mas gigantes como Disney e Amazon estão chegando com tudo. Cada uma cobrando o seu preço. E aí vem a questão. O filme que um tem, o outro não tem. E vice versa. Você vai pagar quantas assinaturas para ter o seu cardápio completo?

4 -REDE SOCIAL É COISA SÉRIA?

Não. Está claro que Facebook nada mais é do que um formidável mailing que serve tanto ao mercado quanto à política de potências como Estados Unidos. Você entrega suas informações de graça para serem manipulas e vendidas. Use com moderação.

5 – E O GOOGLE?

Abocanhou metade da verba publicitária de Tvs e Jornais impressos, é o grande vilão da comunicação tradicional. Acabou com milhares de empregos de jornalistas e publicitários no Brasil. E a China tem o Google deles. Godzilla x King Kong.

6 – WHATS APP DOMINA?

Só no Brasil e em alguns outros países similares. Aqui encontrou terreno fértil para fofoca em grupo e ganhou a alavanca das operadoras que cobram por SMS. Europa e Estados Unidos não cobram e os usuários preferem mensagens individuais.

7 – JORNAL NACIONAL MENTE?

Agora, não. Mas pode direcionar a mensagem com uma coisa chamada “espelho” que é uma espécie de mapa mostrando como as reportagens são distribuídas ao longo do telejornal. Repare que às vezes a política está logo na abertura do jornal, forte e impactante. Às vezes está lá para o meio, disfarçada. Aprenda a ler o espelho dos telejornais.

8 – SITES VÃO SUBSTITUIR O JORNAL?

Depende, se oferecer bom conteúdo e não cobrar, tem futuro. Brasileiro não gosta de pagar nada no “território livre da internet”.

9 – TV ABERTA VAI ACABAR?

Não. Produz conteúdo há sessenta anos (você goste ou não) e oferece de graça. Como o dinheiro do povo anda curto, ainda tem vida longa.

10 – E O RÁDIO?

O rádio é sensacional!