Coronavírus e Sexualidade

Neste momento de pandemia de covid 19, a sexualidade passa por processos de transformações. Aqueles que não possuem parceiro fixo, se veem obrigados a abandonar os encontros e se reinventarem, exercitando as fantasias sexuais e fazendo uso da tecnologia para algumas práticas, como sexo virtual, por mensagens de texto, telefone  ou mesmo adquirindo brinquedos eróticos.

Nestes casos, vale lembrar da necessidade de tomar devidos cuidados com o novo brinquedinho, como deixa-lo  repousando por 24 horas antes de abri-lo. Lave as mãos antes de abrir a embalagem e lave o brinquedinho antes de utilizá-lo. Isso pode ser feito com água e sabão (observe se é a prova d’agua) ou com álcool 70%.

É comum que neste momento o desejo sexual sofra alguma queda devido ao estresse gerado por toda a pandemia: mudanças no trabalho, preocupação com o financeiro, lidas diárias com trabalhos inabituais em casa, ou mesmo mudança de rotina com os filhos. O interesse pode ser maior em acompanhar as notícias sobre a propagação do vírus e seu efeito do que com a sexualidade.

No entanto, vale lembrar que a sexualidade é parte essencial num relacionamento. Procure estar presente com seu parceiro de forma sensual, erótica em algum momento do dia; faça disso um compromisso diário com a relação de vocês. Coisas simples, como um beijo apaixonado, uma massagem, um banho juntos, com presença, são capazes de trazerem vocês para um momento de sexualidade. Lembrando que o desejo pode ser despertado, só é preciso escolher por isso e estar disposto para que aconteça.