A Manada e a Patrulha

Acordo nesta sexta feira 17 de maio e pelas manchetes dos portais de internet fica claro que vivemos a maravilha do tempo democrático onde todo mundo tem muita informação e junto, muita liberdade de expressão e de opinião…… Será que estamos fazendo isso direito?

Em muitos assuntos sim, mas no nosso tema aqui desta trincheira de cultura, acho que não. Tem gente confundindo liberdade de opinião e de expressão com um certo autoritarismo. E o pior, não são poucos não. Com relação a artes, cultura e entretenimento considero que o autor seja do livro, da música, do filme, da peça de teatro, ou de qualquer forma de manifestação cultural é soberano sobre sua criação! Isso não o isenta de receber críticas, fundamentadas ou não, e ainda de arcar com o fracasso de público e até mesmo com suas responsabilidades caso alguém ou algum grupo se sinta ofendido. Mas tudo isso é muito simples de se resolver, quem não quer ou não gosta É SÓ NÃO CONSUMIR aquela obra. As pessoas não são obrigadas a ver, ouvir ou frequentar nada.

LISTAS

Me espantou a quantidade de listas de abaixo-assinados que pipocam por toda a internet. Tem gente se juntando para tentar impedir ou exigir mudanças em conteúdos autorais, num claro efeito de manada. Porque alguém tem a iniciativa e milhares de pessoas se juntam para pedir alguma coisa. Mas com que direito se acham na condição de pedir que um trabalho que foi concebido e realizado por alguém que se dedicou àquilo, usou seu talento e capacidade para fazê-lo tem que alterar ou até deixar de tornar público seu trabalho?

Não gostou? Basta deixar de consumir…. Mesmo que do ponto de vista de quem quer que seja, o trabalho não seja uma maravilha. Vou sempre defender quem faz, que dá a cara a tapa, corre o risco de ser aplaudido, vaiado ou mesmo, a pior das reações, ignorado. Mas tem a liberdade de fazer.

EXEMPLOS

Para ficar só em 2 exemplos e não me estender muito, vamos pegar as que estão em evidência hoje:
PAULA FERNANDES E LUAN SANTANA – A cantora Paula Fernandes pediu e conseguiu a autorização de Lady Gaga para gravar uma versão de seu mega sucesso Shallow. Diga-se de passagem que a prévia que a brasileira mandou para a americana foi muito elogiada pela própria Gaga. Paula convidou Luan Santana para fazer dupla com ela na música.

Eu pessoalmente não gosto de nenhum dos dois artistas (Paula e Luan) e acho que será um desastre, mas acho uma loucura mais de 14.000 pessoas se juntarem para pedir que a música não seja lançada. Ela tem todo o direito do mundo de produzir, ainda mais depois de autorizado por quem de direito.

GAME OF THRONES – Tem fãs de série que estão insatisfeitos com os rumos que a trama tomou nesta oitava e última temporada. Eles organizaram a sua lista exigindo que a temporada toda seja refilmada. Mais de meio milhão de pessoas está pedindo isso. Será que fazem ideia de todas as varáveis envolvidas? Agendas, locações, recursos, contratos e etc. Isso é inviável e não vai acontecer. OK, concordo que decepcionou muitos e que isto acabe por tirar o brilho até então imaculado da obra, mas exigir que seja refeita é autoritarismo sobre o conteúdo e isso não é bom.

Por mais que tenhamos hoje um instrumento que nos deu voz individualmente, temos que usar esta voz onde é cabível usar. Tentar cercear o trabalho de alguém nesta área de cultura e entretenimento, pode nos privar de coisas fantásticas. O artista na sua loucura criativa não pode estar preocupado com mercado e com as reações, pois se o fizer está condenado a não ser autêntico e sua obra será contaminada e poderá até acontecer, mas sua duração será curta, pois este sucesso temporário também terá sido comportamento de manada.

Será que Van Gogh estava preocupado em quanto chegaria o preço de seus quadros quando os pintou? E Tchaikovsky se pautou em quanto suas músicas teriam longevidade enquanto compunha? Claro que não!
Eles e uma imensa quantidade de autores querem produzir e realizar suas criações, se o mundo vai aplaudir ou não ai é outra coisa.

Até porque muita coisa veio a público muito antes de seu tempo e as pessoas não estavam prontas para receber aquele presente do artista. Até a próxima.