Morre o ex-vereador Manoel Câmara vítima da Covid-19

A informação foi confirmada por familiares e amigos nas redes sociais.

Foto: TSE

O ex-vereador Manoel Francisco Câmara morreu, nesta sexta-feira (30), por complicações da Covid-19, em Ribeirão. A informação foi confirmada por familiares e amigos nas redes sociais. Câmara nasceu em 1949, na cidade de Pontal (a 38,3 km de Ribeirão Preto).

Sua história na política ribeirão-pretana iniciou em 1989, quando foi eleito para exercer seu primeiro e único mandato no Legislativo Municipal, até o ano de 1992. Suas principais bandeiras de atuação foram o esporte e a área gráfica.

Uma das prioridades foi destacada em uma homenagem veiculada nas redes sociais. “Hoje o Centro de Esportes e Lazer Manoel F. Câmara amanheceu de Luto, muito triste, uma pessoa maravilhosa, um amigo que sempre lutou por aquela área! Meus sentimentos em especial a Sirlene, Esther, Natália e Jeniffer que são grandes amigas. Descanse em paz Guerreiro Manoel Câmara”.

Isso porque era um esportista nato, já que jogava no futebol amador da cidade, enquanto que no setor de impressões era decorrente de seu empreendimento no ramo. Neste último caso, ele foi inspirado até a criar um jornal de bairro, que circulou por 15 anos.

A veiculação se dava na região dos Campos Elíseos e também do Ipiranga, ou seja, nas proximidades de onde morava. Sendo também estes locais suas prioridades durante seu mandato na 10ª Legislatura da Câmara Municipal.

Em 1990, foi o responsável pelo projeto de lei que criava a Guarda Municipal na cidade, mesmo sem previsão para a instalação, devido à falta de regulamentação, o projeto foi sancionado pelo, na época, prefeito Welson Gasparini.

Mas engana-se quem acha que ele desistiu da vida política. Aos 71 anos ele voltou a disputar eleições pelo partido Democratas, contudo, teve sua candidatura indeferida, mas mesmo assim recebeu164 votos.

Manoel era casado com Sirlene Fernandes e deixa filhos e netos.

Nenhuma postagem para exibir