Morre, aos 72 anos, presidente do Sindicato dos Policiais Civis de Ribeirão

Eumauri Lúcio da Mata faleceu na noite deste domingo (22), após complicações de um procedimento de cateterismo; velório e sepultamento será nesta segunda

Em nota, o Sindicato informou ainda que Mata chegou a ser entubado e sedado, mas não reagiu aos medicamentos Foto: Sinpol

Morreu na noite deste domingo (22), o presidente do Sindicato do Policiais Civis de Ribeirão Preto (Sinpol), Eumauri Lúcio da Mata, aos 72 anos. Ele estava internado para realizar um procedimento de cateterismo, para identificar problemas cardíacos, quando seu quadro se agravou.  

A notícia foi confirmada pelo Sinpol. Em nota, o Sindicato informou ainda que Mata chegou a ser entubado e sedado, mas não reagiu aos medicamentos. “Eumauri foi investigador de Polícia dos mais brilhantes à sua época. Foi um dos fundadores do Sinpol e presidente por mais tempo à frente do Sindicato. Sindicalista dos mais respeitados, esteve sempre à frente da luta pelos direitos dos policiais civis e responsável por muitas conquistas da categoria”.

Mata assumiu o Sinpol pela primeira vez em 1995, quando era vice-presidente, por conta do afastamento do então presidente, eleito vereador. Foi eleito em 1995 e reeleito em 1998 e 2001. Indicou e elegeu os presidentes dos três mandatos seguintes: 2004, 2007 e 2010. Tornou- se eleito em 2013 e 2016. Ele foi eleito em 2020, mesmo durante a pandemia. Foi ainda, o responsável pela construção do Clube de Campo e da nova e atual Sede Social.

Homenagem 

Em nota, a Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) lamentou a morte do policial. “A Cobrapol se solidariza e presta homenagem ao presidente do Sinpol Ribeirão Preto, falecido após internação para realizar um cateterismo. Eumauri foi um dos fundadores do SINPOL e presidente por mais tempo à frente do Sindicato. Estendemos nossos sentimentos de profundo pesar à família e amigos”.

Mata também foi homenageado pelo Sindicatos dos Funcionários da Polícia Civil de Santos (Sinpolsan). Em nota, nas redes sociais, a organização disse que recebeu com tristeza a notícia do falecimento do presidente do Sinpol. “Mais um motivo para fortalecer as suas lutas e mobilizações: honrar o legado deixado pelo presidente do Sindicato de Ribeirão Preto, Eumauri Lúcio da Mata”, escreveu. 

“A morte de Eumauri foi recebida com muita tristeza pela corporação, sobretudo, pela sua história marcada por grandes iniciativas voltadas à valorização e ao reconhecimento dos profissionais de segurança. Ele chegou a sofrer retaliação do governo, sendo transferido de Ribeirão Preto e foi muito atuante na greve de 2008”, relembrou o Sinpolsan.

A organização afirmou ainda que Mata era um dos exemplos pelos quais o Sinpol de Ribeirão passou a ser considerado como uma dos mais representativos do Estado, “com um líder sempre pronto para defender os direitos dos policiais”.

“Em um momento tão delicado como o que já estamos vivendo, a perda de um líder tão competente, solidário e participativo certamente terá um grande impacto na nossa categoria. Mas, temos que transformar a tristeza em força para seguirmos em frente com mais esse compromisso, o de darmos continuidade ao trabalho realizado por Eumauri. Ele nunca desistiu ou se deixou levar pelas dificuldades. E nós vamos pelo mesmo caminho”, disse o presidente do Sinpolsan, Renato Martins.

Velório 

De acordo com o Sinpol, o corpo de Mata será velado das 11h30 às 13h30 na Avenida das Lágrimas, 600, sala 04, em frente ao Cemitério Bom Pastor, em Ribeirão. Em seguida, o cortejo seguirá para São Simão, onde o policial será sepultado.

Nenhuma postagem para exibir