Morre, aos 51 anos, bailarino Elydio Antonelli, vítima de câncer

Professor e dançarino faleceu na manhã desta segunda-feira (11), em Ribeirão Preto; ele deixa mulher e um casal de filhos

Elydio Antonelli com sua esposa Marisol Gallo Foto: Rede social

Morreu, na manhã desta segunda-feira (11), o bailarino e professor Elydio Antonelli Júnior, 51, vítima de um câncer nasofaríngeo. Dançarino deixa mulher, Marisol Gallo, e um casal de filhos. 

Há sete anos Antonelli Júnior lutava contra um câncer nasofaríngeo – geralmente localizado entre a parte superior da garganta e inferior do nariz. Nos últimos meses o bailarino sofreu recaídas e ficou com a saúde debilitada. Vindo a falecer na manhã desta segunda. 

Conhecido, junto à Marisol, como uma referência do balé clássico no Brasil, atuou como professor e coreógrafo junto à Academia Livre de Música e Artes (Alma) de Ribeirão Preto. Em nota, a associação lamentou a perda de Antonelli Júnior. 

“É com grande pesar que viemos deixar o nosso luto. Elydio Antonelli, um grande homem, uma pessoa maravilhosa de luz e sabedoria e um profissional sem igual, assim era e continua sendo nosso querido professor de dança”.

A Academia afirmou ainda que o professor será recordado com carinho, respeito, admiração, “e muita dança”. “ Conosco deixa muitos ensinamentos, grandes e lindas lições de vida. Mas também eterna saudade. Para nós, você nunca irá embora de verdade: estará sempre aqui através da sabedoria que nos passou. Todos os dias queremos recordar o bem que você nos fez, o que nos proporcionou, o conhecimento que ofereceu”, escreveu.

Também em nota, a Secretaria da Cultura e do Turismo de Ribeirão prestou homenagens ao bailarino. “Através do seu talento e força, acompanhado de Marisol Gallo, sua partner na arte e na vida, Elydio Antonelli Jr. levou e elevou o nome da nossa cidade por diversos palcos do Brasil e do mundo. Ele lutou bravamente, e não nos deixará apenas com saudade, mas também com imenso orgulho e gratidão por termos dividido as salas de aula, as aberturas em festivais de dança, as viagens a Joinville e os conselhos e experiências de quem vivia e amava a arte”.

O velório  de Antonelli Júnior está marcado para acontecer entre 14h30 às 16h30, na sala 3 do Memorial Bom Pastor, na zona Leste de Ribeirão. O corpo do bailarino será cremado.

Nenhuma postagem para exibir