Aplicativo de gestão de ponto garante controle na palma das mãos  

Empresas de Ribeirão criam mecanismos para fornecer subsídios para tomada de decisão e controle dos departamentos de Recursos Humanos

Com a mudança nas leis trabalhistas e o dinamismo cada vez maior do mercado de trabalho, cresce, cada vez mais, a importância dos departamentos de Recursos Humanos dentro das empresas. Antenadas nessa realidade, empresas da área de tecnologia perceberam o filão e começam a explorar as possibilidades que esse novo mercado abre.

Uma dessas empresas é a Dimastec, que disponibiliza ao mercado um aplicativo corporativo para gestão de horas. A proposta é garantir a facilidade e o controle tanto dos responsáveis pelo departamento de Recursos Humanos quanto dos próprios funcionários. O aplicativo, chamado HS Saturno, permite que o empregado que trabalha de forma remota ou aquele que precisa sempre se ausentar da empresa para atividades externas tenha a facilidade de bater o ponto pelo aplicativo, de onde quer que esteja.

Para isso, o sistema utiliza delimitações traçadas pelo GPS, ligado ao Google Maps, para que ocorra a pontualidade da marcação em momentos próximos ao início e também ao encerramento da atividade. Entre outras possibilidades da plataforma digital estão acompanhar o saldo de horas sem que tenha que se dirigir aos recursos humanos e enviar atestados médicos. “Os smartphones fazem parte da rotina da grande maioria dos trabalhadores hoje em dia. Eles tornam o dia mais funcional e se transformaram numa grande ferramenta de trabalho”, afirma Dimas Fausto, diretor da Dimastec que já implantou o sistema em várias empresas na região de Ribeirão Preto, entre outras localidades do país.

Outro exemplo é a startup Cohros, criada por Denise Lustri. O negócio é uma plataforma que analisa o desempenho dos funcionários em várias variáveis para dar subsídios ao RH na tomada de decisões. Tanto pra valorizar o funcionário bom quanto para identificar problemas. “É um sistema sustentação e suporte na definição de indicadores de desempenho humano, que conecta o desempenho das pessoas com o desempenho dos negócios. Se os lideres reconhece esses fatores, o sistema orienta para melhor atitude a ser tomada, como gratificação, aumento de salário ou até a demissão”, disse.

Exemplo

A Passalacqua, fábrica de espumas e colchões de Ribeirão Preto, com unidades em Franca e Sertãozinho, utiliza o aplicativo há dois meses e atesta os resultados. “Temos muitos vendedores e motoristas que trabalham de forma remota e o uso do sistema digital torna o controle de horas mais justo. O funcionário que fica até mais tarde no serviço tem a possibilidade de acompanhar na palma da mão o controle das próprias horas extras”, explica Ricardo Freire Tertoliano, coordenador de RH da empresa.

“Apesar de ser uma plataforma recente, já observamos a diferença que traz em relação à agilidade. Antes, qualquer mudança de horário precisava ser anotada à mão. Hoje, o aplicativo traz rapidez, o que muda muito para quem cuida de mais de 100 funcionários, como é o meu caso.”

Quem também já aprovou o uso do aplicativo é a auxiliar administrativa responsável pelo RH da empresa Pentágono, Serviços de Engenharia Civil e Consultoria LTDA. “Os colegas não têm mais queixas em relação às horas extras e quando precisam sair de casa e ir direto para uma visita a um cliente, por exemplo, também não encontram mais entraves. Do próprio celular, o colaborador entra no aplicativo e registra o ponto”, conta Liliane Cristina Rosa, que também se beneficia dessa facilidade na hora de recolher as informações dos 246 funcionários que gerencia.