Superliga de Vôlei Masculina encerra temporada sem campeão definido

Encerramento da temporada 2019/2020 se deu por conta do coronavírus

foto; Rubens Okamoto
Continua depois da publicidade

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), junto com os clubes participantes da Superliga de Vôlei Masculina da temporada 2019/2020, decidiram, nesta segunda-feira (20), encerrar a temporada sem um campeão definido devido a pandemia atual do novo coronavírus.

Por videoconferência, as equipes aprovaram a decisão da entidade em uma reunião na manhã de hoje, segunda-feira, optando pelo encerramento da temporada, que estava paralisada desde o dia 14 de março.

“O cenário no esporte brasileiro é preocupante neste momento de pandemia. Temos que continuar trabalhando juntos no sentido de continuidade da nossa modalidade. O melhor a ser feito agora é encerrar todas as atividades e cuidar da saúde dos nossos atletas e de todos os envolvidos na competição. Ficamos satisfeitos que a maioria tenha pensado desta forma”, disse Renato D’Avila, Superintendente de competições de quadra da CBV.

O Vôlei Ribeirão foi uma das equipes que votaram pelo encerramento da competição. Votaram também Campinas, Taubaté, Vôlei Itapetininga, Ponta Grossa Vôlei (PR), Maringá Vôlei (PR) e Sesc RJ, a Comissão de Atletas, representada pelo presidente Raphael Oliveira.  

Pela continuidade da competição, votaram: Cruzeiro (MG), Minas (MG), América Vôlei (MG), Blumenau (SC) e Sesi- SP.

O Vôlei Ribeirão ocupava a nona colocação até o encerramento da competição, com 21 pontos.

Nenhuma postagem para exibir